Sábado
30 de Maio de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Newsletter

Para ministros do STF, tom de ameaça em nota de Heleno é para desviar o foco do vídeo

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ouvidos pelo blog nesta sexta-feira (22) viram com preocupação o que consideraram uma espécie de ameaça do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno. Em nota pulgada na tarde desta sexta, Heleno afirmou que a eventual apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro seria “inconcebível” e teria “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”. É consenso no Supremo que o movimento de Heleno evidencia uma tentativa do Palácio do Planalto de desviar o foco justamente no dia da pulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, apontado pelo ex-ministro Sergio Moro como prova de que Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal. 'Consequências imprevisíveis': veja as reações à nota do ministro Augusto Heleno A nota foi pulgada pelo Palácio do Planalto pouco mais de uma hora antes de o ministro Celso de Mello, do STF, tornar público o vídeo da reunião ministerial. “É uma tentativa de desviar a atenção da pulgação do vídeo”, resumiu ao blog um ministro do STF. Na avaliação de outro integrante do Supremo, o tom de ameaça da nota do ministro Heleno em relação à Corte é inaceitável. Na nota, o chefe do GSI se referiu ao fato de, também nesta sexta, Celso de Mello ter encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR) três notícias-crime apresentadas por partidos políticos e parlamentares à Corte (veja no vídeo abaixo). Nas notícias-crime os partidos pedem, entre outras providências, a apreensão do celular do presidente. Cabe à PGR decidir se pedirá a apreensão. É praxe que ministros do STF enviem esse tipo de ação para manifestação da procuradoria. Celso de Mello é relator do inquérito que investiga denúncias de que Bolsonaro interferiu politicamente na PF. VÍDEO DA REUNIÃO ENTRE BOLSONARO E MINISTROS Celso de Mello liberou íntegra da reunião e manteve sigilo apenas nas citações a países Leia a íntegra do que disseram Bolsonaro e ministros Veja os principais pontos da reunião ministerial que teve gravação pulgada pelo STF Veja as principais frases de Bolsonaro durante reunião ministerial que teve gravação pulgada pelo STF Bolsonaro chama Doria de 'bosta' e Witzel de 'estrume' durante reunião ministerial; veja vídeo Em reunião ministerial, Bolsonaro diz: ‘Eu não vou esperar foder a minha família toda’; assista Bolsonaro reclama de pressão para mostrar exames de Covid-19 e que abrir impeachment por isso seria 'babaquice' Weintraub: 'Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF' Paulo Guedes: 'China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar' Ricardo Salles defende passar 'a boiada' e 'mudar' regramento enquanto atenção da mídia está voltada para a Covid-19
22/05/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  785192